quinta-feira, janeiro 26, 2006

LEGADOS EM PEDRA- ORCA DAS CORGAS-MATANCA


Muitos antes de pelas "Terras de Algodres", habitarem: Judeus, Romanos, Cristaos e Mouros, (creio que a ordem esta correcta) ja ha pelo menos mais de cinco mil anos, por aqui andaram e deixaram vestigios, povos sem nome, mas que tinham pelos seus mortos grande veneracao e respeito e, construiram monumentos que se conservam ate hoje.

Assim no planalto de Algodres, na chamada "terra fria" podemos visitar dois exemplos de antas ou dolmens, que o povo da minha terra creio que sabiamente, denomina por: Casas da Orca, segundo o Monsenhor Pinheiro Marques na sua monografia "Terras de Algodres" (1938) havia pelo menos restos de um outro, em meados do seculo passado, nas proximidades de Maceira, ainda no mesmo planalto.

Hoje apresento aos meus leitores a: "Casa da Orca das Corgas", situada na freguesia da Matanca; e constituida por uma camara poligonal composta por nove esteios, um deles ja partido, coberta por um espesso chapeu, com ausencia de corredor, (nao significa que o nao tivesse na epoca da construcao) tampouco tem vestigios de mamoa, tem a abertura principal virada a nascente e, conserva restos de gravacoes serpentiformes num dos esteios.

Este monumento foi estudado e escavado por Leite de Vasconcelos, em Setembro de 1896, e, novamente intervencionado pelo Gabinete de Arqueologia de Fornos de Algodres, no ultimo quartel do seculo passado. E monumento nacional desde 1961 e parte do seu espolio pode ser apreciado no CHIAFA (Centro Historico de Investigacao Arqueologica de Fornos de Algodres)no edificio do Tribunal nesta vila.

Para quem nao conheca, aconcelho uma visita tanto ao CHIAFA como o monumento, este fica junto a estrada municipal Fornos-Matanca, a cerca de 6 quilometros da vila e, esta servido por ramal pavimentado que parte daquela estrada.

1 comentário:

Nuno disse...

Caro Albino,
Apenas uma breve nota, para dizer que as escavações realizadas em finais dos anos 80 não foram feitas pelo GAFAL mas pelo Prof. Domingos Cruz, da Univ. de Coimbra.
Um abraço,