quarta-feira, janeiro 11, 2006

Fonte da Quinta do casainho INFIAS


Aqui esta a foto da fonte da Quinta do Casainho, Como podem ver tem o brazao de armas da familia Melo, Esta familia de origem patronimica Teve origem na antiga vila de Melo, no vizinho concelho de Gouveia, desconheco neste momento que ramo tera passado a Infias, embora os proprietarios desta quinta ja nao usem o papelido Melo, ainda existem muitas pessoas com esse apelido nesta aldeia e, ate os familiares da minha esposa ainda sao aparentados com os Melos.

12 comentários:

Terreiro disse...

É pena ter um aspecto de abandono!
É lindissima.

Abraços

GreenSky disse...

Como diz o Terreiro, é uma pena estar com aquela cara de abandono, ainda terá água? Ou alguma lei da Europa, daquelas que proíbem tudo o que é tradicional (galheteiro, colher de pau, etc.) também já mandou secar esta fonte?

Um abraço

Sulista disse...

Viva!
Lindas fotos!!

P.S.- Obrigada lá pela visita ;-)

al cardoso disse...

Bem haja sulista, pode crer que irei mais vezes.
Para o Greensky, quando tirei a foto, ja la vao uns anitos, ainda corria um fio de agua. Quanto ao resto tambem discordo que a CE nos dite coisas tao estupidas como as referidas, mas se as nao cumprirmos la se vao os milhoes, nao e? Mas sendo eles (os milhoes sempre para os bolcos dos mesmos, nem sei se farao assim tanta falta.

TSFM disse...

Linda fonte, roamantica, quantos namoros e encontros romanticamente fortuitos ali não terão acontecido?!

Anónimo disse...

Esta fonte é minha. A pequena piramide de pedra que a remata em cima e que se vê mal na foto foi vandalizada varias vezes, atirada para baixo e partida, ate ser presa com cimento. A agua deixou de correr, como em muitas outras nascentes da Quinta, desde que foi feita pela Camara uma captaçao de agua para abastecimento de Fornos/Infias, hoje quase desactivada.

Estes Melo tinham no sec. XV os morgadios do Casainho e do Casal Vasco e deram origem a Casa da Insua, de Penalva do Castelo.

al cardoso disse...

Caro(a) anonimo (a):
Bem haja pela informacao, queria no entanto dizer que a Familia que tinha o morgadio do Casal Vasco foram os Caceres que chegaram a ser senhores da vila de Algodres, na epoca que o anonimo alude, eram estes Melo pertencentes aos Caceres?

Anónimo disse...

Caro A. Cardoso:
O meu nome é Francisco da Costa-Cabral, estou a entrar como anónimo porque não consegui entrar noutras opções. A família dos morgados do Casal Vasco e Casainho foi em certa altura Melo Caceres, mas antes eram só Melo e sobretudo Figueiredo: a "honra" de Figueiredo era no Casal Vasco. Não tenho aqui os documentos para lhe detalhar melhor este assunto, estão em Fornos, na minha Quinta do Lameiro do Ferreiro, mas se estiver interessado dou-lhe estes elementos assim que puder.

al cardoso disse...

Caro Francisco Costa Cabral:
Bem haja pela resposta e, pela informacao, de facto estou interessado pois encontro-me a compilar informacoes, para se um dia Deus me ajudar poder escrever, algum tipo de monografia, mais actualizada, caso queira pode mandar-me qualquer informacao para o meu email: alcard8@hotmail.com.
Ja agora sabe se uma familia Melo ainda existente em Infias tem algum parentesco com aqueles Melos? Alem disso cre poder existir alguma ligacao com um Antonio de melo de S. Paio do Ramirao? Tanto quanto me parece este era um cristao-novo, mas certezas nao tenho.
Um abraco beirao.

Anónimo disse...

Meu nome é Luiz Antonio Bergonso e Gostaria de saber se os Mello que vieram ao Brasil fazem parte dos Mello de Portugal. Preciso saber também quando vieram ao Brasil e em que Estado do Brasil eles entraram. Se alguém pudesse me ajudar, estou tentando fazer a genealogia da Família Mello. Meu trisavô Florentino Francisco de Mello morava em Muzambinho (Minas Gerais).

Anónimo disse...

Caros amigos
Li neste blog que a quinta do Casainho foi no sec XiX vendida à família Costa Cabral por uma Senhora Sá e Melo, por acaso alguém sabe o seu nome? E outras notícias destes Sá e Melos ?
Sou descente desta famílai e interressome muito por tudo o que lhes diz respeito.
Obrigado

Nuno Ataíde Amaral

al cardoso disse...

Caro Nuno:

Eu tenho informacoes acerca dessa venda e de alguns: Sa e Melo terei que a procurar e depois dar-lha-ei!

Se me escrever para o email do meu profile, mandar-lha-ei pessoalmente.

Um abraco dalgodrense.