terça-feira, janeiro 31, 2006

AS PEDRAS E OS HOMENS - SEPULTURAS RUPESTRES


Continuando a referir-me as pedras moldadas por e para os homens, e, ainda na area da necreologica, vou-me hoje referir as sepulturas rupestres escavadas na rocha.
O concelho de Fornos de Algodres e bastante rico (quantitativamente) deste tipo de sepulturas, havendo-as de todos os tipos. Existem duas necropoles: Forcadas e Vila Ruiva da Serra, com mais de duas dezenas cada, varios grupos de duas e tres, e, bem assim varias isuladas, espalhadas por quase todas as freguesias do municipio, em 1993 ja estavam inventariadas setenta, tendo a partir dai sido identificadas outras mais.

A maior parte destes tumulos ja se encontram estudados e documentados, tendo sido publicadas algumas obras a eles referentes. Segundo os entendidos no municipio de Fornos encontram-se sepulturas de todas as epocas; retangulares, ovais, antropomorficas e de transicao, que dataram do seculo VII ao XII. Embora o nosso povo se refira a elas como: "covas" dos mouros ou dos romanos, os estudiosos afirmam que se trata de sepulturas cristas, dos primeiros seculos da religiao catolica. No entanto e estranho todas elas se situarem, em sitios bastante distantes dos mais antigos templos conhecidos da nossa regiao.

E provavel que todas as opinioes tenham algo de verdade, pois tudo parece indicar que sendo das datas opinadas, poderiam ter sido sepulturas de qualquer, daqueles povos, mas tambem poderiam ser de alguns povos barbaros que conquistaram o imperio romano, ou como eu ja sugeri noutro blog, poderiam muito bem ter sido sepulturas judaicas.

De mouros nao creio que sejam, pois as normas de sepultura daquela religiao, nao estao de acordo com este tipo de enterramento. De romanos tambem me parece que nao, pois este povo preticava um tipo de enterramento mais elaborado e normalmente colocavam lapides descritivas, ora nunca foi encontrada nenhuma junto delas. Cristas tampouco creio que sejam, nao so pela distancia dos templos medievais conhecidos, como pelo facto comprovado de que os cristaos, eram sepultados nesses tempos dentro e junto dos mesmos templos, e o facto comprovado, na necrople descoberta ao redor da igreja de Algodres, (igreja mais antiga) ha poucos anos atras.

Acerca do descredito da teoria "crista", so quero lembrar o seguinte: No ano passado enquanto proseguiam as obras, Na Praca Velha na cidade da Guarda, foram encontradas varias sepulturas, com a novidade de ainda terem restos mortais, coisa nova ate entao, isto pode (ou podia) ter contribuido para uma datacao mais fiavel, nao tenho no entanto conhecimento que isso tivesse sido feito. No entanto vieram os tecnicos afirmar na comunicacao social: Que eram sepulturas cristas, e, que estariam relacionadas com a Catedral, que se encontra junto a mesma praca. Aqui esta a contradicao, pois ou pensao que todos sao estupidos, ou entao sabendo tanto de arqueologia esqueceram-se de estudar historia.
Porque sendo estas sepulturas de entre os seculos VII e XII, de forma alguma poderiam estar relacionadas com a Catedral, primeiro porque a catedral so foi criada no seculo XII, tendo sido transferida da Idanha ou Egitanea, e, tendo tido a Guarda duas catedrais anteriores antes desta, nao se localizavam neste local, esta foi comecada a construir no seculo XIV e terminada no seculo XVI.

O que perto desta area existe desde epoca medieval, e sim a Judiaria da cidade mais alta. Pelo explanado e sem certezas, continuo aberto a varias hipoteses, e, nao creio que se possa categoricamente afirmar que sao sepulturas cristas. Eu pessoalmente estou mais inclinado que pelo facto, de ser um tipo de sepulturas de acordo com as normas judaicas, nao sendo um tipo de sepultura generalizado, sendo um tipo de enterramento dispendioso, relativamente longe de templos cristaos, bem poderiam ser tumulos Hebraicos.
Que me dizem os meus leitores acerca disto.

6 comentários:

Idanhense disse...

Caro Al, aqui na zona de Idanha também existem algumas sepulturas escavadas na rocha. Conheço bastantes nos concelhos de Castelo Branco e Idanha-a-Nova, e é quase sempre comum estarem associadas a capelas cristãs ou a vestígios romanos.

Nuno disse...

Ola,
Aqui em Trancoso mesmo perto do Centro Histórico ( ao lado do tribunal), existem bastantes sepulturas Antropomórficas ( nao sei se está bem escrito). Penso que foram descobertas aquanto a construção do edificio do tribunal.

Alex disse...

Não entendo quase nada de arqueologia e os meus conhecimentos sobre a matéria são muito rudimentares. Mas a avaliar pelo que diz é uma teoria que se deverá ter em conta.
.....
Mas, como sou leigo na matéria e pelo que me sugerem as fotos, a bem dizer, estamos perante duas banheiras. E bem cheias!...
Belos banhos podiam ter tomado os nossos antepassados nelas.

Era só uma brincadeira.
:-)

Bom artigo.

JL disse...

Realmente todas as hipóteses devem ser consideradas. Creio que é assim que fazem os historiadores. Ou deveriam fazer :-)

Um abraço

Pedro Pina Nóbrega disse...

Caro al cardoso
Tenho pena não ter tempo de lhe responder já a este "post". No entanto tentarei fazê-lo em breve.
Só lhe posso dizer que não concordo com a sua opinião e que existem algumas confusões entre a realidade da sé da guarda e as denominadas sepulturas escavadas na rocha.

OJ disse...

Na minha terra também existem algumas destas sepulturas. Curiosamente estão situadas fora da população, portanto em ermos. E estes núcleos estão em locais muito distantes uns dos outros. Publiquei, ainda há pouco tempo, no blog Notícias dos Forcalhos, uma imagem de um dos núcleos, mas por outro motivo.