quinta-feira, setembro 29, 2005

CABRAIS E MENANOS II


Ja me referi na entrada anterior ao contributo que os Cabrais de Fornos de Algodres, deram a governacao e ao ensino em Portugal e ao nosso concelho, alem destas areas tambem muito contribuiram para a confeccao e reformulacao de leis, de certa forma bastante avancadas para a epoca, facto que por si so revela inteligencia e sentido de progresso e nao de retrocesso. Quanto a mim foi esta a principal razao pelo qual foram tao atacados politicamente, porque as classes ja em si favorecidas nunca querem perder os beneficios e benesses. (Ate parece que estavamos em 2005!!! como a historia se repete.)

Vou-me agora referir a outra familia de Fornos que deixou o nome ligado a justica e a medicina, mas e tambem fundamentalmente a cultura no nosso pais e que muito engrandeceu as nossas "Terras" os: Menanos; familia tambem numerosa e descendente de proprietarios agricolas medios para a altura, estou a referir-me aos fins do seculo XIX e principios do passado, portanto umas geracoes depois dos Cabrais. Tal como naqueles o pai desta geracao de Menanos, o facto de ter tido 14 filhos nao o impediu de lhes dar uma boa educacao e muitos deles foram formados na universidade de Coimbra. Primeiro Jose e Paulo Costa e mais tarde ja em principios do seculo XX: Horacio, Antonio e Francisco Menano. Todos eles contribuiram na area cultural para a divulgacao da chamado "Fado de Coimbra", tanto em composicao como em poesia e interpertacao.

Todos eles foram notaveis e muito contribuiram para que a sua geracao ficasse conhecido por: "geracao de oiro" mas foi na composicao com o Dr. Franciso Menano e na interpertacao com Dr. Antonio Menano que ficaram mais celebres. O Dr.Antonio Menano com a sua voz extraordinaria conseguiu superar todos os outros e ate o saudoso Hilario. Mas nao foi so na interpertacao que o Dr. Menano contruibuiu para a da Cancao de Coimbra, foi fundamentalmente na divulgacao e nao so neste tipo de musica mas do fado em geral, pois foi quem primeiro gravou o fado portugues, primeiramente em Paris e depois em Lisboa e Madrid, tendo ele so gravado mais discos que todos os cantores da sua geracao.

No entanto a vila de Fornos ja anos antes tinha legado um outro seu filho para a: "Cancao de Coimbra" este sim contemporaneo de Antonio Hilario, foi um reconhecido guitarrista chamou-se: Jaime Augusto Ferreira de Abreu e foi estudante em Coimbra onde se formou em 1888. assim temos que as nossas "Terras" sempre estiveram no primeiro plano desde os inicios deste tipo de musica na sua divulgacao, ainda mais recentemente e embora sem a projecao dos Menanos, tem havido varios interpertes daqui naturais da musica de Coimbra.

A familia Menano e por isto e muito mais um bom exemplo de como a educacao e a cultura sempre faz progredir e avancar, pois quando as pessoas abrem horisontes e inovam mantendo a mente sempre aberta, podem como diz uma maxima judaica: "Apender com todos".
Nao sei se nesta familia havera sangue judaico, mas nao me custaria a acreditar que sim, no entanto deixo as suas geracoes mais novas esta investigacao.
Alem destes poderia referir-me tambem as seguintes geracoes desta familia e ao seu contributo para o concelho e regiao mas como e comtemporanea da minha, poderia exagerar ou nao lhe fazer inteira justica, pelo que deixo essa tarefa para os vindouros.

Sem comentários: