quinta-feira, julho 13, 2006

DIABOS E DIABICES

Tendo comecado a falar em diabos e outras personagens do oculto, ocorreu-me hoje contar-vos uma lenda, que corre na nossa regiao: Desculpem-me se nao a contar com muito geito, mas e mais ou menos assim que vem referida na monografia TERRAS DE ALGODRES (Concelho de Fornos) escrita em 1938, pelo Monsenhor Pinheiro Marques.
..."Consta que certa vez um habitante de Algodres dirigindo-se durante a noite para a vila, deu-se conta que em determinado lugar, havia uma reuniao de varias personalidades, com curiosidade aproximou-se e viu que era uma reuniao de diabos, que tendo aparencia humana tinham no entanto chifres na testa, quando ele se tentava aproximar mais, para ver se conseguia descobrir mais acerca desse encontro, os demonios deram pela sua presenca, pelo que tentaram deitar-lhe a mao. O desgracado homem temendo pela vida, desatou a correr desalmadamente, dirigindo-se a igreja com o intuito de tocar o sino, tentando com isso alertar alguem que o podesse socorrer. Ja a vista da igreja e quando estava quase a ser alcancado pelas criaturas infernais, cantou um "galo preto romano" tendo os diabos desistido da preseguicao e captura, que se nao consumou, nao pelo facto dos mafarricos de terem avistado a cruz da igreja, mas sim pelo canto do galo preto.
A provar que esta lenda e verdade, ainda hoje o sitio da referida reuniao se identifica como: Quinta do Inferno e, Algodres e considerada a terra, onde o "Diabo" tem o seu patrimonio"...

10 comentários:

RPM disse...

amigo Al Cardoso....

antes de mais nada, agradeço a sua preocupação sobre o Anónimo que ataca o meu canto. é um direito intrínseco da liberdade....

quanto ao tema de hoje, se não estou em erro, as terras de algodres estão associados às terras do demo...e há um escritor português, Aquilino Ribeiro(????), que tão bem retratou...

não é perto de Fornos de Algodres que se encontra o Santuário da Senhora da Lapa?

abraço de amizade!!!

RPM

al cardoso disse...

Caro RPM:

De facto o Grande Aquilino foi um beirao que bem retratou a terra que o viu nascer, mas as Terras do Demo embora perto do municipio de Fornos de Algodres, englobavam mais ou menos os concelhos de Sernancelhe, Aguiar da Beira, Vila Nova de Paiva e Satao. As "nossas terras" ficam um pouco mais a sul, embora vizinhos. O santuario da Senhora da Lapa fica relativamente perto de nos mas junto a Aguiar da Beira, embora ja esteja incluido em Sernancelhe.

Ana disse...

Gosto de lendas :)

O Micróbio II disse...

Rara é a lenda que não tem o seu encanto e que não nos prenda...

Ana Cota disse...

Adorei esta lenda!
O seu blog é um manancial de conhecimento e de enriquecimento intelectual! Há sempre um apontamento interessante, uma história que deixa marca.
O trilho ao longo da História é, sem dúvida, a mais aliciante das viagens!

Um abraço das Terras do Demo:)
Ana Cota

Tó Quinas disse...

Eu nunca os vi...mas lá que os há...

segurademim disse...

... post com o ambiente do filme "the village", viste?

muito interessantes as lendas e os mistérios transmitidos de geração para geração

boa semana ;)

Chanesco disse...

Amigo Al

De facto é uma daquelas histórias de lendas e crenças que sempre alimentaram o imaginário do nosso povo.

Será que foi desta história que nasceu a expressão "ter um galo dos diabos"?

Cumprimentos aqui da raia.

Tons Pastel disse...

e há tanto diabo à solta! e o inferno está cheio?
beijos

OvelhaNegra disse...

Agradeço as bonitas palavras que deixaste no meu modesto «cantinho».
Vim conhecer o teu. Muito interessante. :)
Gosto de Lendas e Narrativas. São elas que alimentam a identidade dum povo. E nós somos tão ricos em lendas.
Tenho uma filhota com 15 anos que, quando era pequenina, lia-lhe algumas das «Lendas e Narrativas» do A. Herculano e alguns dos «Contos Populares Portugueses» do Consiglieri Pedroso.
E ela delirava. Risos.

Um sorriso e um beijo*