sábado, abril 08, 2006

AS FORCADAS E OS JUDEUS


Esta pequena aldeia, presentemente ja quase despovoada, esta incorporada na freguesia da Matanca, concelho de Fornos. Foi fundada ja depois do "cadastro da populacao do reino" mandado realizar por D. Joao III em 1527, pois nele e, reportando-nos ao concelho da Matanca, nao lhe aparece nenhuma referencia.

Aqui podem ver-se algumas casas, (algumas delas presentemente pouco mais que palheiras), com cruzes gravadas nas umbreiras das portas, como a que apresento na fotografia. Embora nao seja consensual, a maioria e da opiniao de que deveriam ter sido casas de judeus e, aquelas cruzes foram gravadas, quando estes se converteram a religiao catolica.

Poderia nao ter sido e, estas cruzes de caracter religioso, serem unicamente uma expressao mais acentuada de fe. No entanto eu sou de opiniao, que aparecendo em situacoes isuladas, em tudo semelhantes as das comprovadas judiarias, so poderam como aquelas estar relacionadas com judeus convertidos.

Sabe-se que com algumas excepcoes, a maioria dos judeus nao teve outra opcao, senao a conversao, muitas vezes forcada. E embora muitos deles em principio so fossem cristaos por fora, mais tarde quando a inquisicao se tornou mais severa, principalmente depois de 1557, quando se cumpriram os sesenta anos de tolerancia, tiveram que usar todos os meios, para convencer os padres da inquisicao e, este tipo de gravacoes foi um dos mais utilizados.

O toponimo desta aldeia poderia indiciar, algo relacionado com forcas ou enforcamentos, mas sabendo-se que a forca da vila da Matanca onde esta aldeia pertencia, esta localizada noutro local, nao creio que com ela haja nenhuma relacao. Ha tambem entendidos em topononia, que "Forcadas" tera sim que ver com uma forca viaria, que aqui existiria desde a epoca romana. Havendo quem afirme que por aqui passava a via romana: Viseu-Trancoso-Egitania.

Para alem de vestigios de ocupacao romana nas proximidades, encontra-se tambem junto a esta aldeia, uma necropole de sepulturas escavadas na rocha, havendo quem date as mais antigas do seculo VII da nossa era. Foram ja identificados e estudados cerca de trez dezenas destes sepulcros.

7 comentários:

TSFM disse...

Sabe Al, se o meu amigo estivesse aqui em Portugal, vivendo em fornos, várias acminhadas haveríamos de fazer juntos. E afianço-le uma coisa:pouco ou nada percebo da presença de judeus por estas paragens,mas que a "história" deles ficaria escrita, ai isso ficaria. Parabéns por mais este belo texto de investigação.

JL disse...

É fantástica a forma abnegada e dedicada que o meu amigo coloca nesta causa. Estou certo que um dia há-de fazer uma compilação destes artigos e publicá-los em formato papel para que possa partilhá-los com as suas gentes. Pode faltar-lhe algum rigor histórico mas sobra-lhe, sem dúvida, em simplicidade na comunicação. Isso nota-se e é excelente.
E mesmo em relação ao rigor histórico, quem como eu já teve o privilégio de privar consigo, sabe que o AL é estudioso deste tipo de matérias. Gosta de saber... e sabe!

Um abraço

Anónimo disse...

visite http://hehaver.blogspot.com/ e saberá as últimas noticías sobre a vitória que os descendentes dos que foram forçados. O seu retorno!Shalom e Chag Sameach. Adi

Miguel Leffer disse...

Belo trabalho, uma dedicação exemplar. Nada melhor que aliar prazer a conhecimento e a cultura..
Fico muito feliz por todo este esforço e como judeu que sou, ainda mais feliz. Um abraço desde Coimbra. Continua!

BlueShell disse...

Albino...gostei do que li!
Com um beijo AZUL-GAIVOTA-FELIZ
BlueShell``º``º``º``º``º``º``º``º``º``º``º``º``º

Mago disse...

Vivam !

Como simples reconhecimento deste espaço contribuir para a duvulgação do património e da nossa região, hoje fiz questão de colocar um " post" no meu blog sobre Trancoso e a região divulgando a apelando aos visitantes fazerem uma visita a este espaço. Embora nem sempre deixe comentários tenho acompanhado ligeiramente todas as novidades aqui presentes,

Saudações Trancosenses,

Nuno - www.trancoso.pt.vu

al cardoso disse...

Bem hajam todos pelas palavras e pela gentileza, que provavelmente nao mereco.

Para o anonimo:
Ja conhecia e seu blog e, tambem ja tinha lido esse artigo no: http://judaicafm.blogspot.com
de toda a maneira bem haja, e va escrevendo, no seu blog e comentando sempre que queira.