sexta-feira, agosto 24, 2007

Os 730 anos, da "lide" de Fornos d'Algodres!

Fonte com o brazao dos "Melo", existente na Quinta do Casainho em Infias.

Embora continue convencido, de que ja comecam a existir "Feiras Medievais" a mais por todo o pais, nao tenho nada contra estas realizacoes, se elas se integrarem dentro da realidade local e se evocarem reais factos historicos, relacionados com com as localidades em que se realizam.

Vem isto a respeito de uma parte pouco sabida da nossa historia local; Quem nas nossas terras sabe, que no seculo XIII aconteceram aqui serias desavencas locais, entre as familias Tavares e Cambras, que originaram varios combates com resultados desastrosos e mortiferos?

Pois um desses combates, realizou-se em Fornos d'Algodres em 1277, e pelo menos nele faleceu o cavaleiro Afonso Paes Correia.

Nestas lutas participaram tambem por parte de uns e outros: os Soverais "senhores de juro e herdade de Algodres", os Pachecos, os Melos "senhores de Gouveia" e os Correias pelo menos!

No caso existir pelas nossas terras, vontade para a realizacao da re-creacao um evento historico medieval, aqui esta uma oportunidade; facam um torneio medieval a comemorar os 730 anos da "Lide de Fornos"!

7 comentários:

as-nunes disse...

Haverá quem tenha presente esse facto histórico, AL?
Aquilo que eu tenho vindo a constatar é que, localmente, poucas são as pessoas que têm poder de decisão que estão ao corrente das coisas antigas das terras que administram? Limitam-se a despachar o expediente e a decidir sobre se é de autorizar mais um loteamento a este ou à àquele e está o dia passado!
Lamentavelmente é o que eu tenho vindo a constatar.
A ver se se retoma o gosto e o empenho das populações (cá está...a Cultura...que nem só de pão vive o Homem)na preservação do seu habitat (ao menos isso...ambiente em geral).
Um abraço
antonio

PPN disse...

Caro Albino

isso não vale, então tirou-me a ideia. estou a brincar.
Estava a preparar para um próximo post no meu blog um texto sobre a lide de Gouveia, eu conheço-a com este nome.
Pois a o combate realizou-se entre chãs e fornos, tendo havido mortos em Pinheiro de Tavares, que pertence ao concelho de Mangualde.
Mas concordo com a sua ideia, que ia rematar o meu texto: a de se recrear a lide de Gouveia em de se recrear feiras medievais que não existiam, que se saiba.

Já agora uma achega:
De um lado, os Tavares, com Pêro Esteves de Tavares a comando e de outro lado, Fernão Afonso de Cambra, chefiando os Cambras, a facção vencedora.

Segundo o Livro de Linhagens do Conde D. Pedro, Pêro Esteves de Tavares, com os seus sobrinhos Gonçalo Anes de Tavares e Pêro Anes de Tavares, foram os que mataram Afonso Correia e os seus acompanhantes, são mortos em Fornos de Algodres, concelho vizinho da terra de Tavares. Pela morte de Afonso Correia , Martim Afonso de Melo, vinga a sua morte, matando Estêvão Anes de Tavares em Pinheiro, junto a Tavares, entre Fornos de Algodres e Tavares.

al cardoso disse...

Caro Pina Nobrega:
Ainda bem que o meu amigo me deu uma achega, e estando melhor informado que eu talvez me possa esclarecer algo, alguns historiadores referem a "Lide de Fornos" outros referem a "Lide de Gouveia", sei que os dois eventos aconteceram no mesmo ano, mas sera que houve um combate em Fornos e outro em Gouveia? Referente a lide de Gouveia e referida tambem a morte de Estevao Soares de Soveral, fidalgo de Algodres que lutou ao lado dos Tavares.
Alem disso sabe o meu amigo quais foram a razoes para estes combates medievais?

PPN disse...

Caro Al
Como lhe disse. Estava a preparar um post sobre este tema para o meu blog. Só tenho algumas informações genéricas. ia apronfundar o resto já depois de concluir meu mestrado. Pois isto anda apertado de tempo.
A Lide de Fornos e de Gouveia são a mesma coisa. Passou-se em terras de Fornos e em terras de Tavares.
Não percebi ainda porque se chamou de Gouveia, talvez estivesse relacionada com posses de terras lá.
As razões ainda não as decortinei. As referências a esta lide estão nos livros velhos de linhagens (O Velho, o do Deão e o de D. Pedro).
Como lhe digo era tema que eu ia investigar melhor, para depois defender a tal recriação histórica em vez de feiras medievais que não se sabe se existiram.
um abraço

al cardoso disse...

Nesse caso talvez lhe tivessem chamado de "Gouveia" por terem estado envolvida nela os cavaleiros da familia "Melo" que ha altura eram senhores de Gouveia, creio que estes estiveram ao lado dos "Tavares"!

PPN disse...

Caro Albino.

Talvez. como lhe digo ainda não explorei o assunto. Apenas juntei alguns dados e informações para depois trabalhar sobre elas.
Talvez uma leitura nos livros de linhagens pudessem deslindar essa questão.

Tozé Franco disse...

Já participei com alunos meus numa feira medieval e foi, para todos, uma experiência muito positiva.
De qualquer maneira, hoje há feiras destas por todo o lsdo.
Não me esqueço de estarem a entrevistar um príncipe e ele ter calçadas umas sapatilhas Nike. Digamos que um pouco avançado para o tempo.
Um abraço.