quarta-feira, novembro 08, 2006

Muxagata (d'Algodres) - Largo da fonte e do Chafariz


Este largo fica situado no centro da povoacao da Muxagata, nele encontra-se uma fonte medieval, em arco romanico com ameias, (nao visivel) o chafariz oitocentista e uma casa brasonada do seculo XVIII.
Daqui sai a Rua do Castelo, que nos leva ao sitio em que essa estrutura de defeza outrora se encontrava.
Ao fundo pode ver-se tambem a Serra de Belcaide, na qual se situava a torre medieval.

16 comentários:

RPM disse...

Amigo!

um abraço e uma nova informação de Muxagata, interessante...um nome engraçado!

RPM

Moura disse...

Conheço bem Muxagata das gravuras do Vale do Côa. As referências do Tribunal de Santo Ofício definem bem qual das "MUxagatas" se trata?
Um abraço

Tozé Franco disse...

Inicialmente também pensei tratar-se dessa Muxagata (das gravuras de Vila Nova de Foz Côa).
Mais um excelente serviço prestado à investigação histórica.
Um abraço.

Moura disse...

Caro Al Cardoso,
parece que os jesuitas tiveram mesmo um bom relacionamento com os judeus. Houve casos de padres jesuitas que vieram do judaismo...cristãos-novos...jesuitas! Os jesuitas também sofreram com a Inquisição, como é exemplo o próprio padre António Vieira e outros que acabaram queimados na fogueira.
Tenho um post novo que se refere ao padre António Vieira.
Um abraço

al cardoso disse...

Caros Moura e Jose Franco:

De facto existem varios processos dos tribunais da inquisicao referentes e pessoas da Muxagata do actual concelho de Vila Nova de Foz Coa.
Mas este processo e referente a um filho de um natural na Muxagata do concelho Algodres, casado com uma senhora de Linhares, antigo concelho vizinho.

al cardoso disse...

Caro Moura:
Supoe-se ate que o proprio Antonio Vieira era cristao-novo, ou filho de cristaos-novos.

pianola disse...

Olho por olho, dente por dente. Diz a Bíblia, bem como a Sharia e a Lei Judaíca. Boa tarde.

asn disse...

Com tantas e doutas notas que me precederam o que é eu poderia acrescentar de verdadeiramente interessante tendo em conta o conteúdo deste post?
Continue AL, leitura tem-na da minha parte, que gosto do tema, mas a informação não é a mais precisa. Mas estou a aprender!...
Um abraço
António

Daniela Mann disse...

-----\\\\|//-------
------( @@)-------
---ooO--(_)--Ooo—
Bom fim-de-semana

Anónimo disse...

Muchagata , a terra do cunhado da minha cunhada, o To, pai do Candeias jogador - Gostei do post :))
Beijinho*

al cardoso disse...

Cara A Cor do Mar:

Conheco pessoalmente o Senhor Candeias e todo o resto da familia, pessoas desde ha muito amigas da minha familia.

So tenho que fazer uma correcao: Escreve-se "Muxagata".

GreenSky disse...

Muxagata, já lá fui aos bailaricos, naquele tempo em que via as moças bailarem cheias de força, eu tenho dois pés esquerdos...

Um abraço

Tozé Franco disse...

Caro Al Cardoso passe nom meu blogue pois tenho um convite para si.

Anónimo disse...

Acho piada ao nome da povoação... não sabes a origem do nome "Muxagata"?

al cardoso disse...

Caro MicrobioII:

Nao consegui ainda descobrir a origem do nome, so sei que ja existia no seculo XIII, e que relativamente perto existiu uma quinta hoje, uma aldeia que teve o toponimo de: "Mata Gata", presentemente so "Mata".

Rui Muxagata disse...

Bom dia

para quem tem duvidas, o nome Muxagata vem mesmo dessa terra que no seculo XIII existia uma capela que tinha um Mocho e uma Gata e o povo nessa altura dizia que ia à capela Mocho Gata, Mochogata, Muxogata e então ficou Capela de Muxagata e dai o nome.

Abraço,

Rui Muxagata