quarta-feira, outubro 05, 2005

SOBRAL PICHORRO & ARCOS ROMANO_GOTICOS I

O Sobral Pichorro e uma antiga povoacao, situada ao fundo da encosta da serra de Maceira e relativamente perto, da margem norte da ribeira da Cortegada ou Muxagata. Foi outrora uma freguesia incorporada ao concelho de Algodres abrangendo tambem a povoacao da Mata, por essas alturas identificada por: "Quinta da Mata Gata". Com a extincao do antiquissimo concelho de Algodres (1836) passou com todas as freguesias deste para o novo municipio de Fornos de Algodres.

A sua toponimia que outrora era Soveral, com o passar dos anos e a evolucao do nosso idioma passou para: Soberal e mais tarde para Sobral. Ha quem afirme que o toponimo deriva da palavra: Sobreiral (zona de sobreiros) podera ser verdade pois nas redondezas ainda hoje existem algumas dessas especies arboreas, que sao arvores endemicas da nossa regiao, provavelmente muitas mais haveriam aquando da fundacao desta terra. No entanto tambem poderia ter herdado o nome de algum individuo de apelido: Soveral que ca tenha residido ou ate a tenha fundado (existem documentados varios Soverais desde tempos antigos na regiao pelo menos em Figueiro da Granja e Vila Cha...)

Segundo uma tradicao popular o complemento: "Pichorro", vem-lhe do facto de que quando por aqui passou a terceira invasao francesa (1810) para que estes nada de mal fizessem a populacao, os fidalgos desta terra "Beltroes" receberam-nos muito bem sendo logo secundados pelo resto dos habitantes, que lhes providenciaram alimentos e vinho, este foi servido em jarras e canecas de barro; conhecidas na nossa regiao por "pichorros", foi entao que o comandante das tropas tera decretado que por esse motivo e porque o vinho era de boa qualidade a povoacao passase a ser conhecida por: Sobral Pichorro. Desconheco se existe algo de verdade nesta versao ou se e unicamente uma lenda, no entanto certo e que por aqui passaram os franceses durante a terceira invasao. Ha tambem quem afirme que a principal razao pelo qual esta aldeia foi de certa maneira poupada foi pelo facto de na capela do solar dos fidalgos existir uma imgem de S. Luiz Beltrao; santo de grande devocao dos franceses.

Embora havendo vestigios e ruinas de ocupacao humana relativamente perto, pelo menos desde o fim do calcolitico: (Fraga da Pena, Trepa....) a origem desta freguesia devera ter sido de algumas "villae" agricolas romanas localizadas junto ao fertil vale da Ribeira da Muxagata, havendo ate quem afirme que tanto o Sobral como a Mata se encontram localizadas sobre ruinas romanas (MARQUES, 1938). Ao redor destas "villae" se teram desenvolvido as povoacoes e provavelmente em fins da idade media com a instituicao paroquial teram constituido uma freguesia. O documento mais antigo conhecido em que se faz referencia ao Sobral, e o cadastro da populacao do reino de D.Joao III de 1525, no entanto esta terra e muito mais antiga.

Datando desses tempos antigos datara certamente (seculos XIII ou XIV) a capela de Santo Cristo ou Senhora do-Pe-da-Cruz, (monumento nacional desde 1944) e uma capela romano-gotica conservando o seu interior relativamente inalterado, ai se encontra um tumulo com estatua jacente que sera provavelmente do fundador da capela, embora seja de reduzidas dimensoes e constituida por tres naves separadas por arcos romanicos e com aboboda com cruzaria ogival, a frontaria com portal romanico original tem no entanto ja adicoes de outras eras, principalmente da epoca jesuitica, encontra-se bem conservada e e digna de ser visitada.

3 comentários:

eduardo disse...

Engraçado...
Esses nomes são-me familiares à distância de trinta e tal anos.
Já lá não vou, faz tempo.

Um abraço.

ps - ó Albino, lá em baixo perguntas qual é o meu site. É mais blog, e eduardo só sou eu que assino e verifixas isso no blog sobre Algodres.
De qualquer das formas deixo aqui o link. Passe a publicidade.
http://edynet.blogspot.com/

Tami disse...

oi tudo bem??
legal.
olha só gostaria de fazer uma obs: porque vocês em vez de explicar as histórias não mostra como faz um arco gotico e romano??
seria legal para os estudantes que pesquisam...
ensinar como fazer é legal.
beijo.

Anónimo disse...

oi..o meu nome e juliana e so natural de fuinhas embora more no sobral...considero me obviament sobralence..
gostaria muito de trocar ideias consigo e pedir lhe inclusivamente um favor se nao se importar...agradeço desde ja a atençao..
aqui fica o mei email e peço que me adicione rapidamente para poder falar consigo: juizoempessoa@hotmail.com

um abraço juliana almeida