segunda-feira, dezembro 31, 2007

Bem Vindos a 2008 e, a Fornos de Algodres!


Marco de um tempo novo, que teve inicio ainda no seculo XIX, (a linha do Caminho de Ferro da Beira Alta) este enorme deposito de agua, da as boas vindas a todos quantos nos queiram visitar, na estacao em Fornos Gare.

Foi ai que passei a residir, quando depois da "descolonizacao" voltei a terra que tanto amo, ai conheci e fiz bastantes amigos, que se encontram espalhados pelo mundo e que mais do que em qualquer altura do ano, nestes tempos mais nos lembram.

A todos eles e, a quantos novos amigos, virtuais ou nao, por aqui passarem, quero desejar o melhor ano neste 2008, principalmente com muita saude e coragem para vencer algumas possiveis dificuldades.

Aos que nao conhecem a minha terra, venham ate ao municipio de Fornos de Algodres em 2008, podem ter a certeza que seram recebidos com a tradicional cortezia beira. E tao facil fica a meio caminho entre Viseu e Guarda junto a A25. Ou ate mais ecologicamente, venham de comboio! Sao pouco mais de tres horas desde Lisboa!


FELIZ 2008, A TODOS!!!

11 comentários:

Tozé Franco disse...

Bom ano de 2008, com tudo de bom para si.
Um abraço.

Carlos de Matos disse...

Feliz e prospero 2008 para todos ;o))

Al, a tua fotografia lembra-me muita coisa...
Quando chegava pelo Sud Express com os meus pais depois de uma aventura ferrea desde Paris isso num Natal en fins de 70 ou principios de 80. Passo aqui os detalhes. Lembra-me quando pegava o comboio para ir a Guarda onde estudei 3 anos fins de oitenta. Ia e vinha quase todos os fins de semana. Ainda encontrei em casa muitos bilhetes dessa epoca de cartão e furados depois pelo controle.
Lembra-me tambem um magnifico e imponente carvalho frente a estação do outro lado das linhas que foi infelizemente tranformado em lenha a chegada das briteiras.

Muitas e boas lembranças. A estação de caminhos de ferro é e sera sempre um convite a uma viajem pelo transregional e aqui pela net.

Mais uma vez Feliz 2008 ;O))

al cardoso disse...

Essa "Carvalha" que o amigo Carlos refere, estava ligada ao "Estado Novo" e foi talvez a razao porque nao foi defendida.
Para quantos possam nao saber o Dr. Antonio de Oliveira Salazar, estudou no seminario de Fornos nos seus tenros anos e segundo a lenda, ou historia, era a sombra dessa carvalha, que ele esperava o comboio para se dirigir a sua terra natal Santa Comba Dao. Devido e esse facto essa carvalha durante os tempos de "ditadura" esteve protegida pelo estado e tinha ate uma placa, informando que estava debaixo da protecao da GNR, que eu ainda vi em 1976!
Mas como em novas ordens e talvez por isso, ha que destruir e ate derrubar uma magnica especie arborea,de que nem havia necessidade nenhuma, porque o terminal de brita bem podia co-existir com essa carvalha, mas nao resistiu ela nem o jardim adjunto, que me deixa ainda mais saudades!!!

Um abraco e optimo 2008.

Anónimo disse...

Ha sempre um historia para contar essa arvore nao teve culpa da sua instrumentalização politica...
Tambem tenho lembrança desse jardim atenente e de umas placas alusivas a concursos des estações floridas que Fornos tinha ganho varias vezes.

Carlos de Matos

pensarfornos disse...

Caro Al. Cardoso:
Estamos sempre a aprender!Não tinha conhecimento da curiosidade da relação afectiva que Salazar tinha com essa árvore. Sabia que estudara no Seminário. Também eu estudei nesse Seminário e a estação foi sempre um local onde via chegar os meus colegas com uma lágrima ao canto do olho ou os via partir alegremente para as suas terras.
Um óptimo 2008
JPClemente

as-nunes disse...

Olhem-me só como as coisas são. Começa-se a falar em "alhos" e acba-se a falar de "bogalhos" eheheh
Mas a coisa é mesmo muito séria. Na minha opinião devia ser lavrada em acta popular, à posteriori, um protesto por tal selvajaria. Para quê tanto radicalismo, meu Deus! Os revolucionário de meia-tijela são assim, que eu bem os vio a actuar e andei lá no meio do barulho a tentar apaziguar os ânimos (em Leiria). Duma vez, só não fui e outros que estávamos juntos, baleados pela tropa, porque o/s atiradores também deviam ser de trazer por casa,esqueceram-se que as G3 davam coices ao disparar.
BOM ANO 2008, assim nos vamos desejando, mas as esperanças não são muitas.
A ver vamos, mas pelos modos do discurso de PR, hummmmmm
António Nunes

Carlos de Matos disse...

"Bogalhos" de Carvalho... ;o))

A especie era mesmo um "Quercus robur ou Quercus pedunculata", conhecido pr Carvalha ou carvalho roble, devia medir entre uns 30 ou 35 metros de altura para um tronco de pelo menos 90 cm de diametro a um metro do solo. Era de porte majestuoso e aprumado, representando um exemplar raro visto a exploração dessas arvores para constituirem as cumieiras de muitas das construcções das redondezas. Saliento que hoje essas antigas madeiras deveriam ser preservadas das lareiras porque fazem parte igualmente do patrimonio local retraçando o clima local nos ultimos 200 a 300 anos. E triste ver cada vez mais palheiras e casas no meio dos povos com os telhados rotos e assim accelerando o apodrecimento das madeiras.

Aqui uma ficha sobre essa especie :

Ficha do Carvalho Roble ou Carvalha

al cardoso disse...

Ja aqui o afirmou e repito, nao ha como ter amigos entendidos em especies arboreas como o amigo Carlos Matos!
Bem haja pela colaboracao.

De facto as palavras sao como as cerejas, vem umas atraz das outras, como diria o amigo Inacio, de Israel!

al cardoso disse...

"afirmei"!!!

aminhapele disse...

Caro Al:
Só hoje regressei à net.
Estive no Portugal profundo,em que tinha que saír de casa e ir ao cimo do morro para utilizar o telemóvel!
Convenhamos que,com o frio que fazia,só ia lá cima uma vez por dia...
Um Bom Ano!
Um abraço.

Anónimo disse...

escrevi Fornos de algodres no google para fazer uma pesquisa para saber o que aparecia...na realidade não procurava a localidade em si mas uma pessoa ke não vejo desde a minha infancia mas ke me marcou muito e adoraria voltar a reencontrar!! não sei se existe sites para procurar pessoas, no caso de haver gostaria que me dessem essa indicação...Chama-se Celso Augusto, filho de uma professora de ensino básico que lecionou na Localidade de Liceia a muitos anos atrás...Obrigada, bem ajam!!