segunda-feira, novembro 28, 2011

A Restauracao da Independencia, Primeiro de Dezembro!

As Armas do Reino Unido de Portugal Brasil e Algarve.
Na Frontaria da Antiga Camara Municipal de Fornos de Algodres.
(actualmente sede da Junta de Freguesia)

No proximo dia 1 de Dezembro vamos nos monarquicos e todos os portugueses dignos desse nome, celebrar o aniversario da restauracao na nossa independencia, ocorrida em 1640, quando um grupo de conjurados em que se incluia D. Luiz de Mello, que era Comendador de Santa Maria de Algodres da Ordem de Cristo, iniciaram a restauracao, matando o traidor Miguel de Vasconcelos e prendendo a governadora Duqueza de Mantua!
Ao fim de sessenta anos governados por reis espanhois, conseguimos restaurar a monarquia de Portugal, aclamando como nosso rei, o Duque de Braganca com o titulo de D. Joao IV.
Parece que os republicanos, tem ideia de extinguir este feriado nacional, que e o unico feriado civil que resta, referente a nossa ilustre historia patria. Vai ser com muita magoa que verei isso acontecer, mas tenho a esperanca de ainda ver restaurado o prestigio e a honra portuguesa, quando voltar-mos a ter um Rei a reger a minha querida Patria, que tao mal governada tem sido, por esta "triste republica portuguesa"!

Viva o Primeiro de Dezembro.
Viva PORTUGAL.

PS: Neste mesmo dia celebra-se na povoacao de Rancozinho, freguesia de Algodres, municipio de Fornos de Algodres, a festa de Santo Eloi, patrono da aldeia.

2 comentários:

as-nunes disse...

Olá Al Cardoso

Há quanto tempo não deixo aqui um comentário!

É certo que, em tempos, fiquei com a ideia de que este blogue ficaria em stand-bye, daí eu me ter desligado um pouco. Claro, as nossas relações de amizade não sairão em nada beliscadas por este facto, como bem sei.

Este texto está excelente, muito particularmente, enquanto escrito por um monárquico e pró-judaísta.

Informações sempre interessantes. De como se pode provar à saciedade, que Portugal é um país com muita história. E como seria importante nós próprios sabermos mais da nossa história para ver se conseguíamos apurar uma perspectiva mais vigorosa do que poderemos construir para usufruir no Futuro.

Um grande abraço,
António

al cardoso disse...

Caro Antonio:

Claro que nao, mas e sempre bem vindo.
A tematico do outro blogue e outra como ja tera reparado, no entanto alem disso, este como e o meu original, embora por vezes um pouco abandonado nunca o desprezarei!
O que por vezes me falta e tempo que documentos e fotografias tenho muitas para publicar.

Um abraco de amizade para si e toda a familia.